A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani

Translated title of the contribution: The Importance of the Entry into Force of the Guarani Aquifer System Agreement

Ricardo Hirata, Francesco Sindico, Alberto Manganelli

Research output: Book/ReportOther report

2 Downloads (Pure)

Abstract

Os quatro países que detêm o Sistema Aquífero Guarani (SAG) (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), um dos maiores reservatórios de água doce do mundo, têm uma oportunidade impar de fazer história, pois têm em suas mãos um dos poucos instrumentos legais internacionais negociados para promover a gestão de um aquífero transfronteiriço: o Acordo do Sistema Aquífero Guarani, assinado pelos quatro países em San Juan, Argentina, no dia 2 de agosto de 2010. Até hoje (27 de abril de 2017) apenas dois países (Uruguai e Argentina em 2012) ratificaram tal Acordo. Entretanto, em 2 de maio de 2017, o Senado brasileiro aprovou o Acordo Guarani, abrindo as portas para a sua ratificação. Ademais, o Acordo volta a ser objeto de discussão no Paraguai.
Original languagePortuguese
Place of PublicationGlasgow
PublisherUniversity of Strathclyde
Number of pages6
Publication statusPublished - 30 Apr 2017

Publication series

NameCentre for Environmental Law and Governance - Policy Brief
PublisherUniversity of Strathclyde
No.6
Volume2017

Fingerprint

Argentina

Keywords

  • aquaculture
  • South America
  • water systems
  • Guarani Aquifer

Cite this

Hirata, R., Sindico, F., & Manganelli, A. (2017). A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani. (Centre for Environmental Law and Governance - Policy Brief; Vol. 2017, No. 6). Glasgow: University of Strathclyde.
Hirata, Ricardo ; Sindico, Francesco ; Manganelli, Alberto. / A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani. Glasgow : University of Strathclyde, 2017. 6 p. (Centre for Environmental Law and Governance - Policy Brief; 6).
@book{69e26ce1d8564afabd1edd2fe71fefcd,
title = "A import{\^a}ncia da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aqu{\'i}fero Guarani",
abstract = "Os quatro pa{\'i}ses que det{\^e}m o Sistema Aqu{\'i}fero Guarani (SAG) (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), um dos maiores reservat{\'o}rios de {\'a}gua doce do mundo, t{\^e}m uma oportunidade impar de fazer hist{\'o}ria, pois t{\^e}m em suas m{\~a}os um dos poucos instrumentos legais internacionais negociados para promover a gest{\~a}o de um aqu{\'i}fero transfronteiri{\cc}o: o Acordo do Sistema Aqu{\'i}fero Guarani, assinado pelos quatro pa{\'i}ses em San Juan, Argentina, no dia 2 de agosto de 2010. At{\'e} hoje (27 de abril de 2017) apenas dois pa{\'i}ses (Uruguai e Argentina em 2012) ratificaram tal Acordo. Entretanto, em 2 de maio de 2017, o Senado brasileiro aprovou o Acordo Guarani, abrindo as portas para a sua ratifica{\cc}{\~a}o. Ademais, o Acordo volta a ser objeto de discuss{\~a}o no Paraguai.",
keywords = "aquaculture, South America, water systems, Guarani Aquifer",
author = "Ricardo Hirata and Francesco Sindico and Alberto Manganelli",
year = "2017",
month = "4",
day = "30",
language = "Portuguese",
series = "Centre for Environmental Law and Governance - Policy Brief",
publisher = "University of Strathclyde",
number = "6",

}

Hirata, R, Sindico, F & Manganelli, A 2017, A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani. Centre for Environmental Law and Governance - Policy Brief, no. 6, vol. 2017, University of Strathclyde, Glasgow.

A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani. / Hirata, Ricardo; Sindico, Francesco; Manganelli, Alberto.

Glasgow : University of Strathclyde, 2017. 6 p. (Centre for Environmental Law and Governance - Policy Brief; Vol. 2017, No. 6).

Research output: Book/ReportOther report

TY - BOOK

T1 - A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani

AU - Hirata, Ricardo

AU - Sindico, Francesco

AU - Manganelli, Alberto

PY - 2017/4/30

Y1 - 2017/4/30

N2 - Os quatro países que detêm o Sistema Aquífero Guarani (SAG) (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), um dos maiores reservatórios de água doce do mundo, têm uma oportunidade impar de fazer história, pois têm em suas mãos um dos poucos instrumentos legais internacionais negociados para promover a gestão de um aquífero transfronteiriço: o Acordo do Sistema Aquífero Guarani, assinado pelos quatro países em San Juan, Argentina, no dia 2 de agosto de 2010. Até hoje (27 de abril de 2017) apenas dois países (Uruguai e Argentina em 2012) ratificaram tal Acordo. Entretanto, em 2 de maio de 2017, o Senado brasileiro aprovou o Acordo Guarani, abrindo as portas para a sua ratificação. Ademais, o Acordo volta a ser objeto de discussão no Paraguai.

AB - Os quatro países que detêm o Sistema Aquífero Guarani (SAG) (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), um dos maiores reservatórios de água doce do mundo, têm uma oportunidade impar de fazer história, pois têm em suas mãos um dos poucos instrumentos legais internacionais negociados para promover a gestão de um aquífero transfronteiriço: o Acordo do Sistema Aquífero Guarani, assinado pelos quatro países em San Juan, Argentina, no dia 2 de agosto de 2010. Até hoje (27 de abril de 2017) apenas dois países (Uruguai e Argentina em 2012) ratificaram tal Acordo. Entretanto, em 2 de maio de 2017, o Senado brasileiro aprovou o Acordo Guarani, abrindo as portas para a sua ratificação. Ademais, o Acordo volta a ser objeto de discussão no Paraguai.

KW - aquaculture

KW - South America

KW - water systems

KW - Guarani Aquifer

UR - https://www.strath.ac.uk/research/strathclydecentreenvironmentallawgovernance/ourwork/latestoutcomesfromourwork/

M3 - Other report

T3 - Centre for Environmental Law and Governance - Policy Brief

BT - A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani

PB - University of Strathclyde

CY - Glasgow

ER -

Hirata R, Sindico F, Manganelli A. A importância da entrada em vigor do Acordo do Sistema Aquífero Guarani. Glasgow: University of Strathclyde, 2017. 6 p. (Centre for Environmental Law and Governance - Policy Brief; 6).